Como funciona a estrutura de URL

Autor(a):

Estrutura de URL

Uma URL é um endereço definido que aponta para uma localização exata do servidor. Para evitar transtornos e redirecionamentos de servidor, a URL selecionada não deve ser alterada, por isso é aconselhável escolher uma boa estrutura desde o momento de sua criação.

Um URL pode ser composto dos seguintes componentes:

  • Prefixo do protocolo: https://
  • Nome do host: seomanager.com.br/
  • Subdiretório: diretório1/
  • Nome do arquivo: arquivo1.html

Além disso, um URL não pode ter mais de 2.048 caracteres, mas eles são cortados nos resultados da pesquisa após um determinado comprimento, para ser exato em cerca de 80 caracteres. Portanto, é recomendável que a URL seja tão curta e longa quanto necessário para que seja exibida perfeitamente.

A vantagem dos endereços da Web curtos é que eles aumentam a taxa de cliques do snippet e, portanto, tornam muito mais fácil para os usuários lembrarem e compartilharem.


Existem muitos sistemas de gerenciamento de conteúdo onde há a opção de ajustar manualmente os endereços gerados.


Coisas a ter em mente ao criar um URL

Para que uma estrutura de URL seja ideal para SEO você deve seguir estas dicas:

1.- Usar palavras-chave: É algo clássico mas não deixará de ser válido, por isso deve tentar encontrar sempre a palavra-chave para a qual optimiza e aparecer na URL. Esse conselho é importante, pois incentiva os usuários a lembrá-lo, oferece informações determinantes sobre o que será encontrado ao clicar, fornece informações aos mecanismos de pesquisa e destaca palavras-chave em negrito, melhorando o CTR.

2.- Comprimento da URL: Você deve tentar não torná-la excessiva, já que as URLs sintéticas são mais confortáveis ​​para os internautas e são fáceis de copiar e colar para compartilhar.
Não há um número exato de caracteres, mas recomenda-se manter no máximo 5 palavras ou 60 caracteres.

3.- Separe os termos por hífens: É necessário que as palavras nas URLs sejam separadas, para isso o hífen do meio (-) é recomendado porque o Google entende essas palavras separadas como termos independentes. Um exemplo seria: pimpamseo.com/seo-dictionary/seo-consultant

4.- Caracteres especiais: Este é um problema que se vê muito nas estruturas de URL em espanhol e em qualquer outro idioma que não seja o inglês. Portanto, não é recomendado o uso da letra “ñ” ou acentos.

5.- Não incluir termos irrelevantes: Com isso falamos de conjunções como “e/ou” ou preposições como “de” que servem apenas para tornar a URL mais longa e empobrecer a legibilidade.

Então é melhor colocar seo-consultor do que colocar /seo-consultor.

6.- Use apenas letras minúsculas: As As letras maiúsculas não devem ser implementadas nas URLs, pois o Google as diferencia e o link pode ser perdido por não estar escrito corretamente.

7.- Limitar o número de pastas: Uma URL com muitas pastas será muito longa e difícil de lembrar, mesmo apresentando problemas de cópia.

8.- Os parâmetros: Às vezes são imprescindíveis, especialmente no comércio eletrônico, pois alongam e sujam uma URL, mesmo assumindo um problema de conteúdo duplicado, já que você está oferecendo a mesma coisa em URLs diferentes.

9.- Versões canônicas: Este problema ocorre muitas vezes, devido ao fato de que várias páginas são criadas em diferentes versões que respondem à exibição do mesmo conteúdo. Se isso acontecer, você deve escolher uma única versão e indicar que esta é a versão principal no Google Search Console.

A escolha da estrutura de URL deve ser feita com cuidado, pois oferece vantagens para otimização de mecanismos de busca e maior facilidade de uso, melhorando os cliques e permitindo que os links sejam compartilhados rapidamente. Algo que irá beneficiar muito um site e dar-lhe um bom lugar no ranking do Google.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.